Investir em Fundos Imobiliários pode ser bastante rentável, mas é preciso atenção aos detalhes para fazer um bom negócio. Existem diferentes tipos e você só consegue decidir em qual investir depois de analisar cada aplicação: quanto rende, crescimento do patrimônio, em quais ativos investe, vacância, quem são os seus gestores por trás dela e outros fatores.

Estamos falando da análise de seus indicadores. Os FIIs se dividem em diferentes tipos e só há uma maneira de garantir um grande retorno: a informação. Por isso, trouxemos três indicadores importantes que devem estar no momento de selecionar uma oportunidade.

 

  1. Dividend Yield – Rendimento dos dividendos

 

De maneira geral, os Fundos de Investimento Imobiliário têm potencial para gerar um bom rendimento dos dividendos e essa é uma das suas grandes vantagens. Na análise desse indicador, calculamos a soma de todos os dividendos mensais pagos nos últimos 12 meses e dividimos pela cotação atual do fundo. Esse resultado deve ser multiplicado por 100 e assim chegamos no valor do Dividend Yield do FII. Dessa maneira, conseguimos entender o quão rentáveis os dividendos têm sido quando comparados aos preços das cotas do fundo.

 

  1. Preço sobre Valor Patrimonial da cota

 

Para saber o Valor Patrimonial da cota, basta conferir no último informe mensal do fundo (mas se quiser calcular, é só dividir o valor do patrimônio líquido do fundo pelo número de cotas emitidas). Estamos nos referindo ao ágio ou o deságio presentes na negociação de um ativo.

O ativo que está supervalorizado possui um valor de mercado maior que o valor patrimonial da cota, no caso contrário, dizemos que o ativo está subvalorizado pelo mercado.

Caso um fundo esteja negociando suas cotas por um preço maior que seu Valor Patrimonial, o mercado, por diversos motivos, irá precificá-lo com uma quantia maior que seu valor real, caso venda todos os seus ativos.

 

  1. Capitalization Rate – Cap Rate

É a taxa de retorno implícita em um ativo imobiliário. Seu cálculo é parecido com o do Dividend Yield: somamos o rendimento dos últimos 12 meses, dividimos o resultado da soma pelo valor do imóvel e, por fim, multiplicamos o resultado por 100, obtendo, assim, o valor percentual do Cap Rate.

É de extrema importância checá-lo, pois com ele conseguiremos verificar a rentabilidade do fundo.

Aprendeu um pouco de como avaliar um fundo imobiliário e tem interesse nessa opção de investimento do ramo imobiliário? A Philos está aqui para te ajudar nessa jornada, não fique na dúvida, chame a gente e converse com nossos especialistas, estamos sempre à disposição.

Abra ou transfira agora mesmo.

    Seus dados não serão utilizados para envio de qualquer tipo de SPAM. Ao prosseguir, você declara ter lido e estar ciente das condições de tratamento dos seus dados e do seu consentimento conforme descrito em nossa política de privacidade.

    Cadastre-se e receba sua ASSESSORIA gratuita

      Seus dados não serão utilizados para envio de qualquer tipo de SPAM. Ao prosseguir, você declara ter lido e estar ciente das condições de tratamento dos seus dados e do seu consentimento conforme descrito em nossa política de privacidade.